sexta-feira, setembro 15, 2006

Palavras no Fim do Verão, de João Pedro Mésseder

PALAVRAS NO FIM DO VERÃO

Cai a noite, cai
o verão,
caem pálpebras
e o sol
só leva de seu
deste dia
umas palavras à sede

que em breve
alguém despertando,
alguém do outro lado da Terra
colherá em concha fria
para que elas
se ergam de novo
e busquem sozinhas a água.


Poema de João Pedro Mésseder
Setembro de 2006

Ilustração de João Maio Pinto
Enviar um comentário